Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9950
Title: Qualidade microbiológica e vigilância sanitária de plantas medicinais brasileiras
Other Titles: Microbial quality and Health Surveillance Brazilian Medicinal Plants
Authors: Cossatis, Nataly de Almeida
Advisor: Marin, Victor Augustus
Members of the board: Zamith, Helena Pereira da Silva
Lopes, Luciana de Sousa
Abrantes, Shirley de Mello Pereira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Abstract: O sistema público de saúde no Brasil ainda não supre completamente as necessidades básicas de saúde da população. Considerando a necessidade de ampliar o atendimento à saúde da população e disponibilizar opções de medicina tradicional e práticas complementares, o governo brasileiro criou políticas e programas de saúde pública para incentivar o uso de plantas medicinais e medicamentos fitoterápicos. Assim, plantas medicinais reconhecidamente eficazes vêm sendo utilizadas no atendimento das necessidades básicas de saúde da população para a cura de uma variedade doenças e sintomas. Grande parte da população brasileira utiliza plantas medicinais, incluindo pacientes de faixas etárias e grupos de risco diversos, e que muitas vezes residem em locais em precárias condições de saneamento básico. Portanto, as plantas medicinais devem ser produtos de qualidade garantida, para que seu uso seja seguro e não possua riscos à saúde dos consumidores. Neste estudo, 15 amostras de plantas medicinais das espécies Baccharis trimera, Bauhinia forficata e Tabebuia avellanedae, de lotes diferentes e de 4 marcas, compradas na cidade do Rio de Janeiro, foram avaliadas quanto à qualidade microbiológica. A análise consistiu na quantificação dos microrganismos viáveis e na pesquisa de patógenos presentes nas amostras. A escolha dos limites de contaminação microbiana e dos patógenos a serem pesquisados foi realizada com base nas possíveis formas de preparo e uso de plantas medicinais. Foi realizada a quantificação de bactérias aeróbias, bactérias Gram-negativas bile tolerantes e bolores e leveduras viáveis, e a pesquisa dos outros patógenos Escherichia coli, espécies de Salmonella, espécies de Shigella, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus e Candida albicans. As plantas medicinais analisadas apresentavam contaminação bacteriana e fúngica variável, onde 93,3% possuía carga de contaminação microbiana acima dos limites de contaminação permitidos para bactérias aeróbias e bolores e leveduras. Adicionalmente, foi identificada a contaminação pelos patógenos S. aureus, P. aeruginosa, E. coli e bactérias Gram negativasbile tolerantes em 20%, 20%, 46,6% e 100% das amostras, respectivamente. Nenhuma das amostras de plantas medicinais apresentou qualidade sanitária suficiente para ser aprovada para o uso (100% de reprovação), constituindo um problema para a saúde pública, visto que um produto terapêutico contaminado é disponibilizado para uma população que já se encontra enferma, e demonstrando a necessidade de um melhor controle e regulamentação para estes produtos.
Abstract: The public health system in Brazil does not yet supplies completely the population basic needs for health. Considering the necessity to expand the health care and to provide traditional and complementary medicine options, the brazilian government created public health politics and programs to encourage the use of medicinal plants and phytotherapic drugs. Thus, medicinal plants admittedly effective have been used for the care of the population’s basic needs, to heal a variety of diseases and symptoms. A large portion of the brazilian population use medicinal plants, including a diversity of age and risk group patients, whose many times resides in places with precarious sanitary conditions. Therefore, medicinal plants need to be assured quality products, to be used safely and not bring risks to the user’s health. In this study, 15 medicinal plants samples of Baccharis trimera, Bauhinia forficata and Tabebuia avellanedae species, all from different batches from 4 brands, bought in the city of Rio de Janeiro, were evaluated about their microbiological contamination. The assay consisted in the quantification of viable microorganisms and in the search of pathogens present in the samples. The choosing of the microbiologic contamination limits and the pathogens to be searched was made based on the possible preparation methods and use of medicinal plants. Quantification of viable aerobic bacteria, bile tolerant Gram negative bacteria and yeasts and molds, and search of the others pathogens Escherichia coli, Salmonella species, Shigella species, Pseudomonas aeruginosa, Staphylococcus aureus and Candida albicans were executed. The medicinal plants samples analyzed had variable bacterial and fungal contamination, where 93,3% had microbial contamination load above the allowed contamination limits for aerobical bacteria and yeasts and molds. Additionally, contamination by S. aureus, P. aeruginosa, E. coli, and bile tolerant Gram negative bacteria were identified in 20%, 20%, 46,6% and 100% of samples, respectively. No samples of medicinal plants had enough sanitary quality to be approved to use (100% disapproval), constituting a public health problem, since a highly contaminated therapeutic product is made available to a population who already is diseased, showing the need of better control and regulation to these products.
Keywords: Microbiology
Brazilian Pharmacopeia
World Health Organization
Quality Control
Public Health
keywords: Microbiologia
Farmacopeia Brasileira
Organização Mundial da Saúde
Controle de Qualidade
Saúde Pública
DeCS: Microbiologia
Farmacopeia Brasileira
Plantas Medicinais
Controle de Qualidade
Vigilância Sanitária
Issue Date: 2015
Citation: COSSATIS, N. A. Qualidade microbiológica e vigilância sanitária de plantas medicinais brasileiras. 2015, 84 f. Dissertação (Mestrado em Vigilância Sanitária)− Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2015.
Date of defense: 2015-03-10
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Coordenação de Pós-Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao_Nataly.PDF1.03 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.