Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3295
Title: Estudo da nati e neomortalidade: contribuição anátomo-patológica
Authors: Cavalcanti, Anadil Roselli
Garcia, Aparecida Gomes Pinto
Chalfin, Mina
Affilliation: Hospital dos Servidores do Estado. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Puericultura. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Foi feito estudo estatístico de 300 autópsias em 150 fetos natimortos e 150 neomortos. Dos natimortos 3 eram abortos, 10 prematuros inviáveis, 65 prematuros viáveis e 72 fetos a têrmo. As causas de morte, por ordem de freqüência, foram as seguintes: anoxemia (36,7%), infecções (20%), tocotraumatismo (11,3%), vícios de desenvolvimento (9,7%), membrana hialina com atelectasia de reabsorção (8%), prematuridade (7,6%), entiroblastose (1,4%), icterícia nuclear (0,7%) e causa desconhecida (4,6%). Foram analisadas as lesões anatômicas e histológicas encontradas através autópsias minuciosas e exame microscópico das vísceras. Nas conclusões as A.A procuram chamar a atenção dos especialistas para as causas de nati e neomortalidade que podem ser, por êles, modificadas, acentuando a necessária colaboração entre obstetra, o pediatra e o patologista.
DeCS: Natimorto
Mortalidade Neonatal
Mortalidade
Patologia - estatíticas e dados numéricos
Anóxia-mortalidade
Issue Date: 1952
Citation: CAVALCANTI, Anadil Roselli; GARCIA, Aparecida Gomes Pinto; CHALFIN, Mina. Estudo de nati e neomortalidade: contribuição anátomo-patológica. Anais Nestlé, [s.l.], n. 32, p. 62-72, 1952.
ISSN: 003651-X
Appears in Collections:IFF - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PE0507041.pdf600.28 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.