Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18627
Title: Avaliação da qualidade da assistência ao parto da rede pública hospitalar, na cidade do Recife: um estudo de caso por triangulação de métodos
Other Titles: Childbirth care quality evaluation in the public hospital network in the city of Recife: a case study on triangulation methods
Advisor: Mendes, Antonio da Cruz Gouveia
Members of the board: Mendes, Antonio da Cruz Gouveia
Santana, Paulo Roberto de
Duarte, Petra Oliveira
Martelli, Petrônio José de Lima
Lyra, Tereza Maciel
Authors: Silva, Ana Lúcia Andrade da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: Buscou-se avaliar a qualidade da assistência obstétrica na rede do Sistema Único de Saúde, no Brasil e Pernambuco. Realizou-se um estudo de caso exploratório, utilizando abordagens quantitativa e qualitativa, a partir da triangulação de métodos. A assistência no Brasil foi realizada utilizando-se dados secundários. A qualidade da assistência em Recife foi mensurada no universo das oito unidades: um hospital federal, um filantrópico, três estaduais e três maternidades municipais. Nestas unidades foram ouvidos mil duzentos e dezoito sujeitos: amostra de mil usuárias e duzentos e doze médicos com questionários e seis gestores com entrevistas semi-estruturadas. Verificou-se: qualidade insatisfatória da assistência ao parto no Brasil; contradições no atendimento ao parto na rede pública em Recife, ora desenvolvendo práticas fundamentadas no modelo humanístico da assistência, ora expondo as mulheres a situações não adequadas; precárias condições estruturais e problemas na organização do trabalho nas unidades; problemas na gestão do sistema de saúde e organização da assistência obstétrica levando a superlotação e insuficiência de leitos nas unidades; grande concentração de serviços na capital determinando vazios assistenciais e intensa migração das gestantes para parir na capital; descompromisso dos municípios com a assistência ao parto de baixo risco; não vinculação do pré-natal e parto, levando a fragmentação dos cuidados, cenário que limita a atuação da central de regulação em cumprir seu papel na ordenação e garantia do acesso, favorecendo a elevada peregrinação das usuárias. Os resultados demonstram que a situação crítica do modelo de assistência ao parto no Brasil ainda não foi superada, e representa um cenário desafiador. Em Recife, a qualidade da assistência obstétrica na rede pública é insatisfatória e enfrenta dificuldades para consolidar o modelo humanístico de atenção ao parto e nascimento
keywords: Avaliação da Qualidade dos Cuidados em Saúde
Satisfação do Usuário
Condições de Trabalho
Motivação
Indicadores Básicos de Saúde
DeCS: Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde
Comportamento do Consumidor
Condições de Trabalho
Motivação
Indicadores Básicos de Saúde
Sistema Único de Saúde
Brasil
Issue Date: 2017
Date of defense: 2016-11-11
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Instituto Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IAM - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE_ANA_LÚCIA_VERSÃO_BIBLIOTECA.pdf2.73 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.