Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18481
Title: Métodos in vitro e in vivo para análise sensorial de medicamentos
Other Titles: In vitro and in vivo methods for sensory analysis of drugs
Advisor: Fonseca, Laís Bastos da
Viçosa, Alessandra Lifsitch
Members of the board: Fonseca, Laís Bastos da
Lopes, Deise Cristina Drummond Xavier Paes
Boniatti, Janine
Authors: Valle, Isabela Viol
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O paladar tem um papel importante no desenvolvimento de preparações farmacêuticas orais em relação à aceitabilidade e adesão do paciente e é um dos principais fatores determinantes de sua inserção no mercado farmacêutico e do sucesso comercial das formulações orais. Algumas técnicas demascaramento de sabor têm sido relatadas na literatura e, no geral, tais técnicas envolvem a adição de edulcorantes diminuindo a sensação do sabor desagradável, impedindo o contato do sabor amargo de alguns fármacos com as papilas gustativas ou anestesiando o paladar dos pacientes temporariamente. A análise sensorial de medicamentos é feita com o intuito de se avaliar a palatabilidade dos medicamentos a fim de predizer quais medicamentos possuem ou não um paladar desagradável e, além disso, é um importante parâmetro de qualidade para a avaliação de formulações das quais se deseja mascarar sabor. O objetivo deste trabalho consistiu em uma descrição e avaliação das diferentes metodologias já descritas in vitro e in vivo relacionadas à análise sensorial de medicamentos. A partir da revisão da literatura, observou-se que a avaliação por painel humano ainda é mais amplamente utilizada e é ummétodo padrão para medir a extensão de mascaramento de sabor e aceitação de fármacos e medicamentos. Entretanto, nos últimos anos, o uso de sensores eletrônicos línguas eletrônicas de sabor vêm surgindo em contraste à utilização de painéis humanos decorrente do crescenteconhecimento do perfil de segurança e potenciais eventos adversos dos IFAs durante os estágios iniciais de desenvolvimento de medicamentos. Além disso, fatores como preferências pessoais, toxicidade de fármacos, percepção individual do sabor, dentre outros, podem influenciar a avaliação do gosto e gerar certa distorção no julgamento. Outros métodos citados em literatura como os testes espectrofotomêtricos, testes de dissolução, testes em ratos e em outros animais também podem ser utilizados para tal finalidade. Sabendo-se que o paladar de um fármaco ou formulaçao está intimamente ligado ou relacionado à adesão do paciente ao tratamento, atualmente são descritos a literatura, muitos métodos para mascaramento de sabor na área farmacêutica. A análise sensorial, por sua vez, ainda é pouco descrita e padronizada, embora alguns testes (in vitro e in vivo) estejam descritos e se mostrem eficientes nesta avaliação. O painel humano, dentre os artigos analisados foi o teste in vivo mais citado e, portanto, o mais utilizado na prática para a avaliação do sabor. Além disso, os sistemas eletrônicos de avaliação surgiram como uma alternativa à participação de humanos evitando problemas relacionados, por exemplo, a intoxicação medicamentosa.
Abstract: Taste plays an important role in the development of oral pharmaceutical preparations. It's related to patient acceptability and adherence and is one of the most important factors related to insertion of medicines in the pharmaceutical market and the commercial success of oral formulations. Some taste masking techniques have been reported in the literature and some techniques involve adding sweeteners to diminish an unpleasant taste sensation, preventing the interaction between bitter taste from some drugs with the taste buds, or temporarily anesthetizing patients's mouth. Sensory analysis of medicines is done with the purpose of evaluating the palatability of the medicines in order to predict the medicines that has an unpleasant taste and, in addition, it is an important parameter of quality for an evaluation of formulations masked by the flavor. The main objective of this work consisted in a description and evaluation of the different in vitro and in vivo methodologies already described related to sensory analysis of medicines. From the literature review, we note that a human panel evaluation is still more widely used and as a standard method for measuring an extent of masking of taste and acceptance of drugs and medications. However, in recent years the use of electronic sensors - the electronic tongues - of taste arise on the contrast to the use of human panels and to the development of knowledge about the safety profile and potential adverse events of the IFAs during the early stages of drug development . In addition, factors such as personal preferences, drug toxicity, individual taste perception, among others, can influence a taste assessment and create a distortion in the way of judging it. Other methods cited in the literature such as spectrophotometric tests, dissolution tests, tests on rats and in other animals can also be used for this purpose. Knowing that the taste of a drug or formulation is closely related to the patient's adherence to the treatment, is currently described in the literature, many methods for taste masking in the pharmaceutical area. Sensory analysis is still poorly described and standardized, although some tests (in vitro and in vivo) are described and are efficient in this evaluation. The human panel, among the analyzed articles, was the most in vivo test cited and therefore the most used in practice for a taste assessment. In addition, electronic assessment systems arise as an alternative to human involvement on the tests avoiding, for example, drug intoxication.
Keywords: Taste Assessment
Sensory Analysis
Taste Masking
Palatability
keywords: Avaliação do sabor
Análise Sensorial
Mascaramento de Sabor
Palatabilidade
DeCS: Técnicas In Vitro
Métodos
Preparações Farmacêuticas
Issue Date: 2017
Citation: VALLE, Isabela Viol. Métodos in vitro e in vivo para análise sensorial de medicamentos. [TCC - Especialização]. Rio de Janeiro: Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos, Fundação Oswaldo Cruz, 2017.
Date of defense: 2017-03-17
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Instituto de Tecnologia em Fármacos
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos
Program: Pós-Graduação em Tecnologias Industriais Farmacêuticas
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1.pdf1.04 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.