Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18083
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.advisorCosta, Maria Fernanda Furtado Lima e
dc.contributor.authorSilva, Alexandre Moreira de Melo
dc.date.accessioned2017-03-20T17:56:14Z
dc.date.available2017-03-20T17:56:14Z
dc.date.issued2016
dc.identifier.citationSILVA, Alexandre Moreira de Melo. Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. 2016. 68 p. Dissertação(Mestrado em Saúde Coletiva concentração Epidemiologia)-Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Belo Horizonte. 2016
dc.identifier.urihttp://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18083
dc.description.abstractO envelhecimento populacional é particularmente acelerado no Brasil e apresenta crescente impacto para os serviços de saúde. O objetivo desse estudo é comparar indicadores de uso de serviços de saúde, assim como a percepção da qualidade da atenção médica recebida, entre idosos brasileiros, com e sem limitação funcional e examinar, separadamente, essas associações entre usuários dos sistemas público e privado de saúde. Trata-se de um estudo transversal baseado em dados da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013 e com amostra representativa nacional. Foram considerados cinco indicadores de uso de serviços de saúde e sete indicadores da qualidade da última consulta médica realizada. A limitação funcional foi definida pela dificuldade para realizar pelo menos uma atividade básica e/ou instrumental da vida diária. Potenciais variáveis de confusão incluíram fatores predisponentes e facilitadores do uso de serviços de saúde. As análises foram baseadas nas regressões logísticas binária e multinomial e estratificadas pelo uso do sistema público e privado de saúde. Os resultados evidenciaram uma prevalência da limitação funcional de 30,1% (IC 95% 29,2-31,4). O número de consultas médicas e a ocorrência de hospitalizações nos últimos 12 meses apresentaram associações estatisticamente significantes com a limitação funcional, tanto entre usuários do sistema público (OR = 2,48 [IC95% 2,13-2,88] para 3 consultas ou mais e OR = 2,58 [IC95% 2,15-3,09] para uma ou mais hospitalizações), quanto do sistema privado (OR = 2,56 [IC95% 1,50-4,36] e OR = 2,22 [IC95% 1,64-3,00], respectivamente). A propensão ao uso da unidade básica de saúde foi maior entre usuários do sistema privado com limitação funcional (OR = 2,01 [IC95% 1,12-3,59]). Os usuários do sistema público com limitações funcionais fizeram pior avaliação da liberdade para escolha do médico e do tempo de espera para a consulta, em comparação aos usuários do mesmo sistema sem limitações (OR = 0,81 [IC95% 0,67-0,99] e OR = 0,76 [IC95% 0,62-0,93], respectivamente). Caso não sejam ampliadas medidas efetivas para promoção da saúde e prevenção nos seus vários níveis, o aumento da demanda de idosos com limitação funcional por atenção em saúde será inevitável, tanto para o sistema público quanto para o sistema privado de saúde.
dc.language.isopor
dc.publishers.n.
dc.rightsopen access
dc.subject.otherIdoso Fragilizado
dc.subject.otherPessoas com Deficiência
dc.subject.otherAtividades de Vida Diária
dc.subject.otherServiços de Saúde para Idosos
dc.subject.otherQualidade da Assistência à Saúde.
dc.titleUso de serviços de saúde e percepção da qualidade da atenção médica recebida entre idosos brasileiros com e sem limitação funcional: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013.
dc.typeDissertation
dc.degree.date2016
dc.degree.grantorFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil
dc.degree.grantorFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil
dc.degree.grantorUniversidade Fedral de Minas Gerais. Belo Horizonte, MG, Brasil
dc.degree.grantorFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil
dc.degree.levelMestrado Acadêmico
dc.degree.localBelo Horizonte, MG, Brasil
dc.degree.programPr
dc.contributor.advisorcoMambrini, Juliana Vaz de Melo
dc.description.abstractenThe population aging is particularly accelerated in Brazil and has increasing impact on health services. The objective of this study is to compare indicators of the health services use, as well as the perception of the medical care quality received among brazilian older adults with and without disability and examine separately these associations between users of public and private health systems. This is a crosssectional study based on data from the National Health Survey in 2013 and with national representative sample. They considered five indicators of health services use and seven indicators of the quality of last fulfilled medical consultation. Disability was defined as difficulty in performing at least one of ten basic or instrumental activities of daily living (ADL). Potential confounders included predisposing and enabling factors for health services use. The analyzes were based on binary and multinomial logistic regression and stratified by use of public and private health system. The results showed that prevalence of ADL limitation was 30.1% (95%CI 29.2 to 31.4) and showed statistically significant associations with the number of doctor visits and hospitalizations in previous 12 months among users of the public (OR = 2.48 [95% CI 2.13 to 2.88] for 3 or more doctor visits and OR = 2.58 [95%CI 2.15 to 3.09] for one or more hospitalizations) and the private systems (OR = 2.56 [95%CI 1.50 to 4.36] and OR = 2.22 [95%CI 1.64 to 3.00], respectively). ADL limitation was associated with search for care on basic health units (OR = 2.01 [95% CI 1.12 to 3.59]) among those covered by the private health system. The users of the public system with ADL limitation assessed worse their ability to choose a doctor and the waiting time for consultation compared with those without limitations (OR = 0.81 [95%CI 0.67-0.99] and OR = 0.76 [95%CI 0.61 to 0.93], respectively). If effective measures to health promotion and prevention at its various levels were not expanded, the increased demand for health care will be inevitable for the public and private health systems. Key
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil
dc.subject.enFrail Elderly
dc.subject.enDisabled Persons
dc.subject.enActivities of Daily Living
dc.subject.enHealth Services for the Aged.
dc.subject.enAged. Quality of Health Care.
dc.contributor.memberCosta, Maria Fernanda Furtado de Lima e
dc.contributor.memberProietti, Fernando Augusto
dc.contributor.memberCherchiglia, Mariângela Leal
dc.contributor.memberLoyola Filho, Antônio Ignácio de
dc.subject.decsIdoso/estatística & dados numéricos
dc.subject.decsIdoso Fragilizado
dc.subject.decsPessoas com Deficiência/reabilitação
dc.subject.decsServiços de Saúde para Idosos/utilização
dc.subject.decsQualidade da Assistência à Saúde/utilização I
Appears in Collections:IRR - Dissertações de Mestrado dos Profissionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao AlexandreMoreiradeMeloSilva 2016.pdf750.4 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.